AbandonedCartsA cada trimestre a Salecycle faz um relatório com as principais estatísticas sobre abandono de carrinho, retiradas de sua base de clientes de mais de 200 marcas globais (incluindo Sony, Millennium Hotels e Ralph Lauren). Se você estiver trabalhando com campanhas de remarketing em carrinhos abandonados, verifique se está acompanhando cada uma dessas métricas, pois elas fazem a diferença. Dados referentes a Julho, Agosto e Setembro de 2013.

O setor que lidera as estatísticas de carrinhos abandonados é o de viagens (hotéis e passagens), com 80.3% dos abandonos. Seguido por varejo (72.%) e moda (69.%).

Operadoras de viagens, com ticket médio muito acima da média, lideram – sem muita surpresa – o abandono de carrinhos. Isso acontece não só pelos altos valores, como também por causa da antecipação nas compras. As pessoas se programam com bastante antecedência (muitas vezes até um ano antes, ou mais) para realizar suas tão desejadas viagens, mas de repente as coisas podem mudar. E os planos também!

Já no “Varejo” os abandonos ocorrem devido ao valor do frete que muitas lojas virtuais praticam no Brasil a fora e que pega muitos consumidores de surpresa na hora do checkout. Além disso temos o tempo de entrega, que nas lojas virtuais menores (que são maioria) costuma ser grande por falta de estrutura.

No setor de “Moda” o abandono de carrinho acontece 90% das vezes por insegurança na hora da compra. Será que a roupa vai servir? Esse tamanho está correto? O bordado tem qualidade? São perguntas frequentes que muitas pessoas fazem antes de comprar vestuário on-line.

Mais algumas informações úteis:

– A maioria dos abandonos ocorrem entre 13h00 e 14h00. O dia mais comum é quinta-feira;
– Quase metade dos e-mails sobre carrinho abandonado são abertos em campanhas de remarketing;
– Mais de 13% dos e-mails enviados a quem abandona os carrinhos são clicados.

Veja o infográfico

salecycle-abandonment-large-510x1024

Fonte: getelastic.com

Leia também:
E-mail Marketing recupera em média 20% dos carrinhos abandonados, diz estudo

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fechar Menu